quarta-feira, 2 de abril de 2014

#TEAMOPARASEMPRE


Meu nome é Alana Cristina moro em Alagoas e namoro ha 5 meses com o Ciro que mora em São Paulo.

Tudo começou quando entrei em um site OMEGLE, eu ainda estava no trabalho e entre uma chamada de vídeo e outra vi ele, nossa o sorriso e o seu olhar me chamou atenção , ele estava conversando ao telefone, então esperei que terminasse e começamos a nos falar.


Ele me disse que seu nome era Juan , rsrs , e conversamos por um bom tempo, até que ele me falou seu nome verdadeiro !

Após algumas horas ele teve que ir trabalhar e com toda educação me pediu meu whatsaap, pois depois de tanto blá blá blá vimos que tínhamos vários gostos em comum.

A noite começamos a nos falar pelo whatsaap e quando me dei conta já era altas horas da madrugada, mas o papo estava tão bom que não queria ir dormi.

Cada conversa era como se ele fosse a pessoa que eu sempre procurei, trocamos skype e era ótimo ver o seu sorriso todos os dias.

Enfim começamos a ver que estávamos nos apaixonando, ou já estávamos apaixonados rsrs...

Os dias passaram e veio o grande pedido, VOCÊ QUER NAMORAR COMIGO? não aguentei , chorei ... SIM ERA TUDO QUE EU MAIS QUERIA!

Namorar a distância não seria fácil com mais de 2.000 km nos separando, mas o amor sempre fala mais alto.



Os dias eram lentos , parecia anos , até que vi ele desembarcando, foi a melhor sensação da minha vida , corri até ele e nem esperei , o beijei !

Melhor beijo de toda minha vida. Os 5 dias com ele foram os melhores. A certeza do amor bateu .

Cada dia 21 comemoramos mais um mês juntos , vários e vários estão por vir.

Na Fila do Check In

      Olá pessoal, meu nome é Poliana hoje estou com 17 anos e estou vivendo uma história de amor à distância como todos nesse blog. No ano de 2010 quando fui viajar para Guarulhos-sp, conheci um rapaz da Argentina na fila no check in no aeroporto. Na época estava com 14 anos e ele já tinha 27 anos, ele puxou conversa comigo e começamos a conversar. Confesso que quando olhei aquele homem me apaixonei na hora, pois nunca tinha tido um contado com um estrangeiro, um rapaz tão educado, lindo e totalmente diferente, não era muito difícil para se encantar por ele. Ele tinha uma fala puxado para o espanhol, era difícil de entender ele, conversamos durante uns 20 minutos e nesse tempo eu passei meu e-mail para ele. E fui embora para meu estado e ele para os EUA, pois estava se mudando para lá. Quando cheguei em minha casa fui procurar por ele no face book, mais não encontrei, não sabia muito dele, só sabia que seu nome era Claudio e era Argentino. Mas nunca me esqueci dele...

      Após 3 anos um rapaz veio falar comigo todo educado pelo Face book, começamos a conversa mais não sabia com quem estava falando! Mas no momento em que ele me perguntou. Lembra de mim garota?  Sou o argentino, nos conhecemos no aeroporto. Quando fui dar conta com quem estava conversando, meu coração começou a bater forte e fiquei tão feliz. Pois não estava acreditando que estava falando com ele, pensei que nunca mais iria vê-lo ou saber noticias dele. A partir daí não paramos mais de nos falar, a primeira chamada de vídeo quando olhamos um ao outro não podia acreditar que era ele, o Argentino, após tantos anos, ele continuava tão lindo. Sempre quando ele tem folga nos falamos, ou por chamadas no skype, whats up ou face book.



      E hoje depois de oito meses conversando, minha família apóia o relacionamento, e agora estamos combinados de nós reencontrarmos em São Paulo nas minhas férias agora de Janeiro. Estou tão feliz! Pois vou poder reencontrar ele e poder olhar nos seus olhos e dizer o quanto Amo ele, e o quanto tenho vontade de estar cada vez mais com ele, conhecer ele, poder abraçá-lo, beijá-lo, poder viver em seu mundo. Agradecê-lo por me ajudar a sonhar mais alto e ver o mundo com outros olhos e dizer o quando ele hoje é importante para mim...


    Quero dizes que cada dia que passou nossos sentimentos ficou mais fortes um pelo outro e a distância só nos deu força para podermos lutar com esse amor, pois se fosse tão fácil conseguir o que queríamos, que graça a vida teria? Isso só fez com que tivesse mais certeza do que queremos.

Alyne e Michael

Nos conhecemos em 2010, onde não existia algum tipo de relação amorosa e sim apenas amizade, sua mãe tinha acabado de falecer  e ela (Alyne) estava um pouco abalada, então foi passar uns dias na casa de sua prima, cidade na qual eu (Michael) morava, conversamos, tiramos fotos e saímos com nossos amigos em comum, até o momento apenas amizade, o amor não tinha batido a porta ainda; ela (Alyne) voltou para sua cidade e passamos praticamente 3 anos sem se ver.



Mas o que não sabíamos era que Deus estava escrevendo nossa história, no dia 20 de Janeiro de 2013, ela (Alyne) foi passar novamente uns dias na casa de sua prima, era um sábado como qualquer outro, é o que gostamos de dizer como “Dia Inesquecível”,  eu (Michael) saindo da igreja e ela surpresa comigo, pois já fazia bastante tempo que não nos víamos, até que acabou que no mesmo dia saímos para passear, apenas eu e ela, no dia seguinte saímos novamente, o amor me chamou e eu obedeci, pedi um beijo a ela(Alyne), então ela não recusou e conversamos bastante, pois saberíamos a dificuldade que iriamos encontrar, com namoro a distância.




Hoje somos noivos e nos preparando para casar, possuímos um amor onde não achamos explicação e sim apenas em dizer que foi Deus quem fez, pois só quem ama entende que o amor tem seus passos.

O amor de verão que subiu a serra... e as cataratas

Bom, meu nome é Nicole, tenho 19 anos e morava em Santa Cruz do Sul- RS. Eu iria me mudar para Foz do Iguaçu – PR, pois meu pai trabalhava no Paraguai, e para me despedir das minhas amigas no dia 09/01/2014 fomos para Capão da Canoa- RS juntas, estava determinada a fazer muita festa e pegar todos por lá, quando conheci o Marcelo, de 23 anos que mora em Flores da Cunha –RS. Me apaixonei, não foi preciso muito tempo para perceber que eu o amava, acho que quando o amor acontece, ele vem assim, sem avisar, sem esperar...

Desde o primeiro dia que ficamos na praia não nos desgrudamos mais, tipo amor a primeira vista, sabe? Passávamos as tardes e as noites juntos, até que houve o dia em que eu tive que ir pra casa. Fui embora da praia no domingo e na quarta-feira ele me chamou para visitá-lo em sua casa, e eu fui, nunca tinha feito isso antes, fui na cara e na coragem, passar o fim de semana com ele e a família dele. No outro fim de semana ele veio a minha casa, outro final de semana maravilhoso ao seu lado.

Estávamos separados por 186 km, mas por ironia do destino veio a data da minha mudança, no dia 31/01/2014, que nos separou, apenas fisicamente, com 908 km. A saudade que eu sentia dele, e ainda sinto, foi multiplicada por mil por causa da minha mudança, acho que tudo foi muito mais doloroso por causa dela, mas com ele eu pude perceber que era amor de verdade e não apenas um amorzinho de verão.



No dia 27/02/2014 fui vê-lo para passar o carnaval com ele, que semana maravilhosa! Eu sou muito festeira e por minha sorte ele também é. Para comemorar nossos quase dois meses de namoro fomos a mesma praia a qual nos conhecemos. É difícil namorar estando tão distante, eu saio com meus amigos aqui em Foz do Iguaçu, e ele com os amigos dele na cidade dele, acho que também não podemos deixar de socializar, sempre com respeito é claro, é realmente bem ruim estar longe dele, mas prefiro encarar esta nossa situação como um desafio que Deus nos deu para que nós possamos provar ser dignos desse amor e que merecemos vivê-lo, o qual por ele somos capazes de fazer até o impossível. Dia 18/04/2014 ele vai vir me ver, em Foz, e o que vai acontecer mais adiante... não sei, mas espero que dê tudo certo! Torçam por nós!

São Paulo e Piauí

Olá, me chamo Luana, moro em São Paulo e meu namorado, Ricardo, mora no Piauí, são quase 2000 km que nos separam. 


A nossa história começou assim, somos primos de consideração, nos conhecemos ainda criança, eu sempre fui muito atraída por ele, apenas isso, até que em dezembro de 2013 fui passar férias lá, e nos reencontramos, foi incrível, nos encontramos em um almoço de família, nos cumprimentamos, conversamos, e eu fui embora, quando cheguei em casa, minha tia me passa o telefone, era ele atrás de mim, estava indo me pegar, quando chegou segurou minha mãe, me deu um selinho e falou, “ – Você vai ficar comigo, né?”, eu sem muita reação, falei “tá”, saímos, ficamos.

Sinceramente eu não queria me envolver sentimentalmente, estava apenas ficando, pois iria embora em uma semana (03/01/2014), quando chegou próximo a data de eu ir embora, um dia antes, ele pediu para eu ficar, adiar a minha volta, então eu o fiz, adiei minha volta em mais uma semana, e o sentimento só aumentava, no dia em que eu ia embora, voltando do interior, no carro, ele abriu seu coração, falou que o que ele estava sentindo por mim em tão pouco tempo, nunca havia sentido antes, que já estava gostando muito de mim, e queria namorar comigo, e mais eu vez pediu para eu ficar, desta vez adiei minha volta em 20 dias, pois precisava estar em sp para minha colação de grau.  


Os dias foram passando, e fui percebendo que estava muito envolvida, feliz, a vontade de ficar só aumentava, era um misto de sentimento muito grande. Conversamos muito, como assumir um relacionamento com 2000 km nos separando? Como seria difícil. Mas assumimos, é difícil, dói muito, o que conforta são as ligações no fim dia, as mensagens, conversamos todos os dias, mesmo distante ele faz parte do meu dia, há cumplicidade, amor, confiança, e até um pouco de ciúmes, mas o mais importante é saber  que em julho eu volto, pois vou fazer pós-graduação lá. E estou em contagem regressiva!! 

segunda-feira, 17 de março de 2014

Como Tudo Começou!


Era uma noite de sábado 19/10/2013, quando entrei em certo site de relacionamento e certa pessoa com o apelido de ‘Alex’ (Mas na verdade o nome dele é Mauricio), veio conversa comigo, menos de meia dúzia de palavras já pedi meu Skype e eu passei, no começo nem dei muita bola, mal respondia as perguntas, ate em que certo momento comecei a me dedicar aquela conversa, ele é de Santa Maria-RS e eu de Araguatins-TO mais de 3.000km de distancia, mas isso não me importava muito pois era apenas conversa, mas essa conversa se tornou tão interessante que foi ate as 3 da manhã, combinamos e marcamos horário pra conversa no outro dia. 
No outro dia passamos a tarde conversando. Ate que veio o baque a noite, ele abriu o jogo e me contou que estava no fim de um relacionamento muito conturbado, na hora fiquei abalada, pois querendo ou não eu já estava envolvida com aquele certo rapaz. Mas sinceramente meu coração não queria se afastar dele então decidiu lutar por ele (já estava me apaixonando).



Ai passamos todos os dias a conversar mais e mais, até que em certo dia tive a iniciativa de pedir o telefone dele, depois disso as trocas de mensagens não paravam mais, com o passa dos dias a gente foi se ‘aproximando’ mais e mais, as trocas de mensagens eram muito frequentes e a vontade de se conhecer pessoalmente crescia mais e mais, até que um dia viajei pra outro estado, e um certo dia resolvi ligar pra ele do nada, e depois dessa ligação despertou mais a vontade de estar juntos e todos os dias a gente se falava, ate que um certo dia liguei pra ele, e ele me deu uma notícia que tinha comprado a passagem pra vim me ver, nossa foi uma alegria imensa.

          Os dias foram passando até que chegou o tão esperado encontro dia 10/01/2014, nossa quando vi aquele rapaz descendo de uma van na rodoviária da minha cidade, minhas pernas tremeram, fiquei sem saber nem o que fazer, até que ele veio na direção que eu estava (detalhe mas não me reconheceu de cara, pois ele me chamava de nanica e na verdade eu sou quase da altura dele), quando eu abri os braços e fui em direção a ele e dei um abraço e  depois desse abraço veio o tão e esperando beijo (e sinceramente foram os melhores que já tinha dado).


        Depois disso foram se passando os dias e cada um melhor que o outro, ele vivia na minha casa, todos adoraram ele e até que chegou o pior dia que a gente já tinha vivido juntos, o dia que ele teria que teria que ir embora, passamos o dia juntos, organizando algumas coisas para ele levar de lembrança, ao entardecer fomos levar ele em Imperatriz-MA pra pode pega o voo dele, nossa naquele momento foi o momento mais doloroso que já tinha passado, choramos bastante, mas prometemos nos ver em breve, então programamos pra que eu fosse em Julho passar uns dias lá, pra poder conhecer tudo, mas a gente não consegui imaginar passa tanto tempo sem se ver, e graças a Deus agora dia 03 de Março estou indo pra lá, e se Deus quiser, tudo dê certo vou ficar por lá mesmo, pois ele é o homem que sempre pedi a Deus na minha vida e hoje agradeço a Deus todos os dias por te colocado esse rapaz maravilhoso que é meu NAMORADO.




quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A Confiança no NAD

A confiança no namoro à distância

Quando se namora, não importa se é à distância ou não, a confiança no parceiro é bastante importante. Quando não se tem isso, o compromisso costuma ir acabando aos poucos. A desconfiança pode surgir por vários motivos, como uma mentira ou traição, por exemplo. Contudo ainda há casos em que o culpado não é o parceiro e sim o sentimento da própria pessoa. Ela pode ter medo de perder seu amor, então está sempre desconfiando. Isto é comum em pessoas controladoras, possessivas e ciumentas demais.

Por que é necessário ter confiança em um namoro à distância?

Há diversos fatores que contribuem para que um relacionamento à distância dê certo, a confiança é certamente um deles. Não é porque uma pessoa está namorando à distância que ela deva deixar sua vida social de lado, ela deve poder sair com amigos, continuar com seus hobbies e atividades do dia a dia. Isto não significa que a pessoa irá trair. Se continuar insistindo que ela está fazendo algo de errado sem estar, só irá gerar brigas sem motivo e talvez até o término da relação.

Se seu namorado à distância (ou namorada à distância) já fez algo de errado, como uma grande mentira ou até uma traição, é difícil voltar a confiar, contudo é necessário se quiser continuar com ela. Apesar do amor, se for para viver desconfiado o tempo todo, o melhor é ficar sozinho.

É fácil manter confiança quando se namora à distância?

Infelizmente nem sempre é fácil manter confiança no namoro à distância. Como os dois não podem se ver (pelo menos não com frequência), o ciúme pode tomar conta do coração. Não é possível saber se a pessoa está mesmo no lugar que disse que estaria, se ela sempre fala a verdade. É claro que não se pode acreditar em coisas absurdas, porém não dá para viver desconfiado de seu amor.

O parceiro também deve ajudar a ter confiança no namoro à distância

O seu parceiro (ou parceira) também deve ajudar para que não haja desconfiança no namoro à distância. Conversas sobre o relacionamento são essenciais. Se você desconfia de algo, deixe isso bem claro para ele. Se a desconfiança não tiver fundamento, certamente ele irá ter como provar.


A desconfiança existe e pode fazer muito mal para os relacionamentos à distância. É necessário que o casal discuta sobre a relação e mostre que não há motivos para a desconfiança. Contudo, também não dá para acreditar sempre, se perceber que há mentiras, ver que não está mais dando certo, apesar do sofrimento, a melhor escolha pode ser terminar o namoro à distância.

Parceria do Vinicius Martins 
http://namoroadistancia.net/.